domingo, 20 de setembro de 2009

Teatro e TV como todos gostam...

Esta recebi de última hora, do produtor Paulo Del Castro, mas ainda dá tempo. É pra quem gosta de São Paulo e seus times de futebol:



Hoje, o espetáculo Nos Campos de Piratininga, da Cia. Letras em Cena, tem apresentação gratuita, às 20 horas, no Teatro João Caetano. Produção com apoio cultural do Centro Cultural Banco do Brasil e da Secretaria de Estado da Cultura – Governo de São Paulo.

Comédia musical sobre São Paulo e a seus principais clubes de futebol: Corinthians, Palmeiras e São Paulo. A história começa em 1894, com a chegada de Charles Miller, trazendo da Inglaterra duas bolas e as regras da ‘football association’. A partir dessa data, a bola nunca mais parou de rolar nos campos brasileiros. A ideia é estimular a convivência pacífica entre torcedores, incluindo uma promoção a quem comparecer vestindo camisetas de clubes.

Texto: Renata Pallottini e Graça Berman; Direção Geral: Imara Reis. Elenco: Eduardo Silva, Graça Berman, Wilma de Souza, Décio Pinto, entre outros.

Para garantir lugar, melhor chegar no máximo uma hora antes (19 horas).

Local: Teatro João Caetano - Rua Borges Lagoa, 650 - Vila Clementino - (11) 5549-1744 (Próximo ao Hospital São Paulo).

As apresentações prosseguem até 1º de novembro, nos seguintes horários: quintas, 20h30 / sextas, 21h / sábados, 21h / domingos, 20h. Preços: R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia-entrada); R$ 8 (para quem estiver vestindo camiseta de qualquer time).

HOJE NA TV:

O Canal Brasil reprisa logo mais, às 14 horas, o documentário com Maria Bethânia, Pedrinha de Aruanda.

Às 21 horas, para quem tem paciência para entrega de prêmios, o Canal Sony apresenta o Emmy Awards 2009, com os melhores da TV.

PARA FÃS DE SÉRIES: Descobri o site Infant TV, sensacional. Desencava seriados esquecidos pela TV brasileira, como Papai Sabe Tudo, Bonanza, Família Dó-Ré-Mi, e muitas outros.

MAIS DOCUMENTÁRIOS: Já comentei que gosto de documentários. Eventualmente, vejo também estrangeiros, seja em cinema ou TV. Mas acho que os brasileiros estão da melhor qualidade, na área musical, sobre personalidades, regional ou histórica.

Outro dia (estou sempre fuçando no Canal Brasil, entre curtas e filmes), vi por acaso Estrela Oculta do Sertão (2005), sem previsão de nova exibição, mas que pode ser encontrado em DVD.

Mostra um lado que a maioria dos brasileiros desconhece: o sertão nordestino como hábitat de pessoas de origem judaica – os chamados cristãos novos – que tem tradições semelhantes às judaicas, porém não reconhecidas pelo ‘judaísmo oficial’. Mostra um grupo de pessoas, liderado por um jovem, que resolve reivindicar essa identidade.

Fonte: Blog Filmes Brasileiros, onde há um link pra baixar, mas o pessoal reclama que não consegue.




Sophia Loren faz hoje 75 anos. Ela acaba de rodar o musical americano Nine, que traz no elenco, ainda, Daniel Day-Lewis e Penelope Cruz. Deve estrear só em novembro nos Estados Unidos. Aqui, nem tenho ideia...




Quase esqueço de homenagear dois artistas falecidos esta semana: Patrick Swayze, que embalou gerações dançando e também no romântico Ghost e, mesmo doente, estava fazendo uma série policial chamada The Beast. E a cantora folk Mary Travers, que integrou o trio Peter, Paul & Mary. Confesso que, no estilo, curti muito mais os Mamas & the Papas.

Quinta-feira (24), às 21h, o GNT vai exibir o documentário Patrick Swayze: Relato de uma Vida, que mostra trechos de uma entrevista exclusiva para a jornalista Barbara Walters, a última que ele deu para a TV em janeiro deste ano, desde que foi diagnosticado com câncer no pâncreas no início de 2008. Deve reprisar em outros horários. Veja trecho.

O trio folk Peter, Paul & Mary teve como maiores sucessos: “If I had a hammer”, “Lemon tree”, “Leaving on a jet Plane” e “Puff (The Magic Dragon)”. Mary Travers morreu aos 72 anos, com leucemia. Aqui, ela canta “Blowing in the Wind”, de Bob Dylan.



Aqui, forma trio com a também falecida Mama Cass e a ainda ativa Joni Mitchell:

4 comentários:

Virginia Maria disse...

Putz, não sabia da Mary. Gostava muito do trio. Adoro a Joni Mitchelll e a Cass era divina demais. Perda tão prematura...

Laura Fuentes disse...

Bacana você lembrar desses dois que acabam de nos deixar. Saudade da Mama Cass, foi bom demais ouvi-la de novo aqui.

Novaes disse...

Oi Laila, eu de novo! Fui assistir a esse espetáculo nos campos de Piratininga e...Ufa!!! Quase tres horas de duração!!! Detalhes demais, história demais!!! Podiam cortar a metade e ficava muito bom!! O texto da Renata e da Graça é bom, mas tão grande e tão abrangente que as piadas e a própria narrativa acaba se perdendo.
Posso dar duas sugestões? Deixe espaço pra gente comentar entre matérias diferentes, tipo, essa do teatro, vc postou junto com a dos artistas que faleceram, aí o comentário fica misturado, entende?
Beijos.
Novaes

Laila Guilherme disse...

Realmente, Novaes, espetáculo com 3
horas é demais!!

Acabo falando de muitos assuntos em um só post, para não gerar vários. Mas a observação é interessante e a sugestão foi anotada!